Abdominoplastia

A abdominoplastia ou dermolipectomia abdominal, é um procedimento que visa principalmente remover o excesso de pele apresentado na região abaixo da cicatriz umbilical. É indicado para pacientes com flacidez de pele abdominal, geralmente mulheres após gestações ou pessoas que sofreram perda de peso acentuada (após cirurgia bariátrica ou não). A cirurgia não tem como objetivo principal eliminar gordura. Apesar de uma grande quantidade de gordura ser removida com a cirurgia, temos que lembrar que o objetivo principal é a remoção da pele excedente. Para a remoção de gordura, podemos ainda associar a lipoaspiração.

Nesta cirurgia é descolada a pele da região abdominal, até próximo as costelas, reaproximada a musculatura abdominal que encontra-se afastada, e o excesso de pele é tracionado e retirado. Geralmente a quantidade de pele retirada vai da implantação dos pelos pubianos até o umbigo, dessa forma, as estrias que se encontram abaixo do umbigo saem com a cirurgia. Uma nova abertura é confeccionada para a cicatriz umbilical. A cicatriz fica na altura da cesariana. Sua extensão varia conforme a quantidade de pele a ser retirada. Quanto mais pele , maior a cicatriz. A cicatriz fica escondida ao se colocar um biquini.

A anestesia pode ser a peridural ou anestesia geral, e somente é realizada em ambiente hospitalar. A alta é prevista para o dia seguinte a cirurgia.

Em casos particulares de pequeno excedente de pele somente na região abaixo do umbigo e implantação alta da cicatriz umbilical (umbigo "alto"), pode-se fazer uma incisão menor, e remover pele apenas abaixo do umbigo, procidimento conhecido como mini-abdominoplastia.

No período pós operatório é recomendado andar de forma curvada por 7 dias, e levemente curvada pelos 7 dias subsequentes. Durante esse período de 14 dias a pele encontra-se tracionada. O dreno geralmente é retirado após 7 dias e os pontos após 14. O uso de cinta modeladora é recomendado por 2 meses, assim como o uso de roupas leves e que não apertem nas primeiras semanas. O retorno ao trabalho ocorre após 2 semanas,às atividades físicas após geralmente um mês e meio, e às atividades extenuantes (ex:academia) após 2 meses. A drenagem linfática ajuda a reduzir o edema e as equimoses (manchas roxas), além de muitas pacientes relatarem uma sensação de bem estar após a sessão. A drenagem não altera o resultado estético final. Enquanto houver equimoses, mesmo que antigas, não deve haver exposição ao sol. A cicatriz não deve ser exposta ao sol por um período de 6 meses.

Agende sua consulta

Obrigado pela mensagem!

Se preferir, envie um WhatsApp

Agende sua consulta

Obrigado pela mensagem!

Se preferir, envie um WhatsApp

Agende sua consulta

Obrigado pela mensagem!

Se preferir, envie um WhatsApp